TECNOLOGIA PLUG-IN HYBRID

/image/71/8/peugeot-gamme-phev-1809pb-001.453476.18.457718.jpg

A PEUGEOT apresenta a sua gama PLUG-IN HYBRID, trata-se da primeira prova de um futuro sereno e sempre muito mais agradável.

TECNOLOGIA PLUG-IN HYBRID

Uma oferta recarregável HYBRID e HYBRID4 associada a uma motorização a gasolina. Integração de um conjunto de tecnologias de última geração, sendo que, são apresentadas ao utilizador de forma facilitada e totalmente transparente.

hybrid

Motorização térmica a gasolina

O motor 1.6 PureTech foi adaptado, nomeadamente com a integração de um alternador reversível e de uma fachada de climatização especifica. Este motor desenvolve 180 cv na versão HYBRID e 225 cv na versão HYBRID4.

Nova caixa automática elétrica

O motor PureTech está associado à nova caixa automática de 8 velocidades e-EAT8 (Electric Efficient Automatic Transmission - 8 velocidades), específica para motorizações PEUGEOT PLUG-IN HYBRID.

Associado à caixa de velocidades temos um motor elétrico que desenvolve 110cv/80kw acoplado ao eixo traseiro.

Para obtermos transições entre sistema elétrico e térmico otimizadas e impercetíveis, o conversor de binário das versões térmicas é substituído por uma embraiagem húmida multidisco. Todas estas modificações oferecem um binário adicional de 60Nm, proporcionando maior dinamismo.

Eixo traseiro elétrico

Nas versões HYBRID4, o eixo traseiro multibraços encontra-se equipado com um ondulador, um motor elétrico de 110cv/80kw e um redutor para assegurar a solução de 4 rodas motrizes. Esta integração foi realizada sem qualquer impacto no habitáculo

Bateria de Iões de Lítio

A bateria de alta tensão é do tipo “Iões de Lítio” (300V) e está localizada por baixo dos bancos da 2ª fila, tanto nas versões HYBRID como nas HYBRID4.

A bateria tem uma capacidade compreendida entre os 11,8kWh (HYBRID) e os 13,2 kWh (HYBRID4), estando ao melhor nível do mercado. Esta capacidade assegura uma autonomia em modo elétrico até aos 50km WLTP(2) (60 km NEDC(1)).

Para desfrutar ao máximo do silêncio de funcionamento, por defeito, e sempre que o estado de carga da bateria o permite, o modo ativo é o ZEV (Zero emissões). As deslocações em modo ZEV podem ser realizadas até aos 135km/, a partir desta velocidade o motor térmico assume a propulsão.

/image/92/5/peugeot-3008phev-hy4-1809tech-317.457925.jpg

FUNÇÕES EFICAZES PARA UM PRAZER RENOVADO

/image/92/6/peugeot-508phev-1809pb-306.457926.jpg

Nova função Brake

O condutor pode optar por ativar uma função inédita designada Brake. Esta função permite uma desaceleração da viatura sem que tenha de pressionar o pedal de travão. Esta função funciona como um travão de motor, permitindo entre outras coisas a recarga da bateria, por exemplo, numa descida. Em modo Drive um impulso para trás no comando da caixa de velocidades automática (Shift and Park by wire) serve para ativar o modo Brake. Um segundo impulso irá desativar a função.

Nova travagem pilotada

De forma a prolongar a autonomia de circulação 100% em elétrico, o sistema i-Booster (travagem de elevada eficácia energética) recupera energia durante a travagem ou numa desaceleração quando tira o pé do acelerador (nos motores térmicos, normalmente esta energia é dissipada). O i-booster integra uma bomba elétrica em substituição da bomba de vácuo das versões térmicas.

Nova função e-SAVE 

O prazer de circular em elétrico é possível de obter quando o condutor o pretender através da função e-SAVE. Esta função e-SAVE dá liberdade ao condutor e permite que este possa antecipar as suas deslocações, podendo reservar autonomia elétrica (10km, 20km ou até a bateria completa) para esses momentos. Esta função pode ser acedida de forma fácil através do menu dedicado e-SAVE, disponível no touchescreen. Uma vez programada, a função é apresentada no painel de instrumentos, juntamente com a autonomia reservada (em km). No momento em que pretender desfrutar de uma condução puramente elétrica (100%), basta selecionar o modo ZEV (Zero Emissões) no seletor de modos de condução.

RECARREGAR A BATERIA DE FORMA FÁCIL E RÁPIDA

A recarga da bateria pode ser obtida no máximo:

  • em menos de 7  horas numa tomada standard (carregador de 3,3 kW, 8A)
  • em 4 horas com uma tomada reforçada do tipo Green’up® (carregador de 3,3 kW, 14A em 4 horas)
  • em menos de 1 hora 45 minutos, caso se utilize uma Wallbox (carregador de 6,6 kW, 32A disponível em opção)

Para uma leitura simples e rápida, o estado de carga da bateria é apresentado através de guias luminosas em torno da tomada de carga. Após a colocação da ficha de carregamento, surge um jogo de cores que indica o carregamento em curso.

Integrada de forma discreta, a zona onde se encontra a tomada de carregamento localiza-se na lateral traseira esquerda da viatura (de forma simétrica onde encontramos o bocal de enchimento do depósito de combustível). O sistema de recarga integrou-se facilmente numa zona especificamente dedicada a este no piso da bagageira.

PEUGEOT 3008 HYBRID4:

  • Autonomia média(1): 50 km WLTP / 60 km NEDC (2)
  • Emissões CO2 regime misto(1): 49g/km WLTP /  49g/km NEDC (2)
  • Consumo em regime misto(1): 2,2 l/100 km  WLTP / 2,2 l/100 km NEDC (2)

PEUGEOT 508 e 508 SW HYBRID :

  • Autonomia média(1): 40 km WLTP / 50 km NEDC (2)
  • Emissões CO2 regime misto(1): 49g/km WLTP  /  49g/km NEDC (2)
  • Consumo em regime misto(1): 2,2 l/100 km  WLTP / 2,2 l/100 km NEDC (2)

 (1) Dados estimados, comunicados a título indicativo, reservado a confirmação após homologação

(2) Os valores indicados encontram-se em conformidade com o procedimento WLTP. A partir de 1 de setembro de 2018, os veículos novos são rececionados com base no procedimento de ensaio uniformizado em termos mundiais para todos os veículos ligeiros (WLTP), sendo este um novo procedimento de ensaio mais realista e permitindo medir: consumo de combustível, emissões de CO2 e autonomia dos veículos híbridos recarregáveis. Este procedimento WLTP, realizado em condições de ensaio mais realistas, substitui totalmente o anterior procedimento de ensaio utilizado, o NEDC (Novo Ciclo Europeu de Condução). A autonomia medida para os veículos híbridos recarregáveis de acordo com o procedimento WLTP é, em muitos casos, mais baixo que o anteriormente apurado com o procedimento NEDC. Os valores de autonomia indicados correspondem aos valores médios dos veículos da gama. O conjunto de valores indicados pode variar em função dos equipamentos específicos presente, das opções e do tipo de pneus que equipa o veículo. Para informações mais detalhadas deve dirigir-se ao seu Ponto de Venda.