O MÍTICO PEUGEOT 208T16 PIKES PEAKS MUDA DE MÃOS

208t16

Em vésperas da edição de 2017 da “Pikes Peak International Hill Climb”, que se disputará nas montanhas do Colorado (EUA) no próximo domingo (25 de junho), Sébastien Loeb adquiriu o famoso e mítico Peugeot 208T16 Pikes Peak, modelo com que em 2013 não só venceu aquela rampa, como também bateu o recorde da subida, cumprindo os seus cerca de 20 km em 8 minutos e 13,878 segundos, depois de partir de uma altitude inicial de 2865 metros, até atingir os 4301 metros no seu topo). Uma performance, ainda e até hoje, inigualável.

 

  • O Peugeot 208T16 Pikes Peak é fruto do savoir faire dos engenheiros da Peugeot Sport, grupo que reiteradamente busca níveis de performance inigualáveis. Conta com um motor V6 Twin-Turbo a gasolina, debitando 875 CV às 7800 rpm, modelo que pesa 875 kg e cumpre a reprise dos 0 aos 100 km/h em 1,8 segundos, estando ainda equipado com tração às quatro rodas e o aileron do Peugeot 908 HDi das 24 Horas de Le Mans.
  • Dotado de avançados conteúdos técnicos e uma complexa mecânica, este modelo único está agora na posse da Sébastien Loeb Racing, preparando-se o seu regresso às pistas, mais de 3 anos após a sua última saída.
  • Foi na sua terra natal, no Anneau du Rhin (Alsácia), que Sébastien Loeb e a sua equipa Sébastien Loeb Racing fizeram este primeiro pequeno teste com o Peugeot 208T16 Pikes Peak, na passada quarta-feira (dia 21). Ali se exibiu um misto de emoção e sensações, iniciando-se a preparação de um evento que irá permitir aos fãs franceses admirar esta Leoa em ação, ação integrada numa prova a realizar em Turckheim-Trois Épis, nos próximos dias 9 e 10 de setembro.

Sébastien Loeb, piloto do Team Peugeot Total – 9 vezes Campeão do Mundo de Ralis:

 "Sempre sonhei possuir este carro, pelo que estou feliz e orgulhoso que a Peugeot tenha concordado em mo ceder. Queria voltar atrás no tempo: é um carro complicado de concuzir, mas rapidamente reencontrei as sensações únicas que ele gera, específicas do 208T16 Pikes Peak. Não mudou muito ao longo destes 4 anos, pelo que os engenheiros da Peugeot Sport apenas realizaram um trabalho meticuloso para permitir o seu regresso à estrada, processo que os elementos da Sébastien Loeb Racing apreenderam bem. Esta saída teve como objetivo verificar que tudo funciona na perfeição. Quero muito poder, um dia, voltar a fazê-lo voar e em França, na Alsácia, algo que, penso, significa muito para mim, para a minha equipa e para os fãs de automobilismo.”