As velas | Conselhos de Manutenção

As velas de ignição são um componente essencial do sistema de ignição de um motor a gasolina. Estão implantadas no topo de cada cilindro e geram a faísca que desencadeia a combustão da mistura ar-combustível.

Para que o motor a gasolina funcione correctamente, a vela de ignição deve gerar uma faísca potente.

Se ignição não for optimizada, a combustão da mistura ar-combustível pode ficar incompleta. A mistura não queimada é descarregada no sistema de escape provocando a emissão de gases nocivos para o ambiente.

Uma vela de ignição inflama a mistura ar-combustível 500 a 3.500 vezes por minuto. O seu papel é fundamental tanto no plano técnico como ambiental.



PORQUE SE DEVE MUDAR AS VELAS DE IGNIÇÃO?

Uma vela com defeito ocasiona um dos seguintes sintomas:

  • Motor com falta de potência
  • Maior consumo de combustível
  • Maior poluição com risco para a longevidade do catalisador

    

QUANDO SE DEVE MUDAR AS VELAS DE IGNIÇÃO?

As velas de ignição são substituídas seguindo uma periodicidade que pode variar de 30.000 km a 60.000 km segundo as preconizações indicadas no manual de utilização da viatura.

É necessário subsituir a totalidade das velas, mesmo se apenas uma vela tem defeito, para evitar um desiquilíbrio do sistema de ignição.